Regulamento

DAS FINALIDADES

Art. 1º - A TARECO é uma idealização e realização da OS 03 Consulting-Coaching-Mentoring em parceria com a Central Única das Favelas de Pernambuco (CUFA PE) e da Federação Pernambucana de Futebol (FPF). 

Parágrafo primeiro: A TARECO é uma competição que tem por finalidade promover a integração entre as equipes, as comunidades e os colaboradores do evento a uma cultura de paz e valorização do indivíduo e da educação através da qualificação para o esporte, o espírito de equipe e a promoção de campanhas de prevenção nas regiões onde são disputadas as partidas, tornando os jovens mais conscientes de seus papéis com sua realidade e entorno. 

Parágrafo segundo: OS 03 Consulting-Coaching-Mentoring em parceria com a Central Única das Favelas de Pernambuco (CUFA PE) formalizou parceria com a Federação Pernambucana de Futebol, com o objetivo de oferecer aos membros das comunidades participantes oportunidades para o desenvolvimento amador e profissional no esporte. 

 

DA PARTICIPAÇÃO

Art. 2º – Todas e somente as comunidades situadas no Município do Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes, poderão participar da V COPA TARECO de Futebol Masculino 2017/18.

Parágrafo primeiro: Durante a competição só poderão participar jovens na categoria masculina com idade igual ou superior a 13 (treze) anos e com no máximo 15 (quinze) anos onde jovens com 12 (doze) e 16 (dezesseis) anos não podem participar dos jogos. Serão selecionados ao todo 32 (trinta e dois) jogadores durante o “Peneirão” de cada uma das 16 comunidades pré-classificadas para a Série A (sendo obrigatório 02 (dois) dos 32 jogadores: goleiros). As equipes poderão contar durante a partida com no máximo 04 (quatro) jovens que não são residentes da própria comunidade. A comissão organizadora da TARECO informa que para a participação no “Peneirão”, cada COMUNIDADE PODERÁ INSCREVER ATÉ NO MÁXIMO 200 (duzentos) jovens do sexo masculino. 

Parágrafo Segundo: Caso algum coordenador/representante inscrito da comunidade desista de participar do evento, ou faltem as etapas, tais como: reuniões, seminários, sorteio das chaves, dia do “Peneirão”, ação social, entre outras atividades referentes ao Projeto Social V Copa Tareco, serão substituídos por outra comunidade, pois todas as fases são eliminatórias.

Parágrafo Terceiro: As equipes NÃO poderão contar com jovens inscritos em qualquer tipo de liga profissional, vinculados a mesma.  Da mesma forma, todos os atletas participantes deverão estar de acordo com as regras e normas gerais desse regulamento (atletas que não saibam o regulamento serão desclassificados).

Parágrafo Quarto: As comunidades e seus atletas concordam em respeitar o acordo firmado de forma exclusiva entre a Empresa OS 03 Consulting-Coaching-Mentoring em parceria com a CUFA PE e FPF, conforme Art 1– Das Finalidades, parágrafos primeiro e Segundo, que visa oferecer oportunidades para as comunidades no desenvolvimento de profissionais do esporte nos Municípios do Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes, no Estado de Pernambuco. 

Parágrafo Quinto: É obrigatória a participação da comunidade (com pelo menos 03 representantes) na cerimônia de abertura (caso haja), no congresso técnico (caso haja), e no encerramento do evento (caso haja), respeitando as normas que serão definidas no site do evento, com intuito de reforçar o caráter cívico, de solidariedade e educacional. 

DA INSCRIÇÃO DA SERIE A

Art. 3º – As inscrições serão feitas em 2 (duas) etapas. No primeiro momento, a partir do dia 01 de Setembro de 2017, serão visitadas as 16 comunidades pré-classificadas para a Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18 (valendo como a primeira etapa). Vale lembrar que nessa primeira etapa a inscrição não garante a participação da comunidade na competição. A segunda etapa das inscrições ocorre entre os dias 18 de outubro de 2017 e 01 de dezembro de 2017, quando serão analisadas e julgadas as seleções pré-classificadas para a Serie A, de acordo com as normas contidas no Artigo 2º deste regulamento. 

Parágrafo primeiro: A Comissão Organizadora descreve nesse parágrafo que todas as comunidades inscritas serão avaliadas até serem escolhidas. Citaremos alguns critérios como exemplo: compromisso com as ações organizadas pela CUFA PE, envolvimento da comunidade, ter um representante legal, ter um coordenador de projetos e ter um treinador de futebol. 

Parágrafo segundo: A Comissão Organizadora se reserva ao direito de encerrar as inscrições antes do prazo, caso seja do seu interesse.

Parágrafo terceiro: No dia 30 de novembro de 2017, será divulgada no site www.tarecofutebol.com.br a relação definitiva das 16 (dezesseis) comunidades para participar da Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18.

Parágrafo Quarto: Depois de divulgada a lista de comunidades dia 30 de novembro, será feita uma reunião no dia 01 de dezembro para confirmação de inscrições das comunidades. A ausência da comunidade na reunião do dia 1, sem prévia justificativa, e o não cumprimento das obrigações firmadas em tal reunião, desclassificam a comunidade a participar da TARECO de futebol 2017/18. 

Parágrafo Quinto: A Comissão Organizadora da TARECO, informa que automaticamente estarão pré-inscritas para a disputa da Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18 as 16 equipes que passaram da primeira fase de mata-mata da TARECO 2016/17. De acordo a proposta regulamentada nas reuniões gerais realizadas no ano de 2016, com a presença de no mínimo 70% das equipes inscritas na TARECO 2015/16, foi definido este padrão que foi usado exclusivamente para este ano de 2017/18. 

Parágrafo Sexto: Poderão as comunidades inscritas trocar de representantes apenas antes das inscrições e sob sua própria responsabilidade, cabendo a comunidade enviar uma carta dirigida a CUFA Pernambuco e a FPF, até o dia 15 dias antes do início da COPA.

Parágrafo Sétimo: A V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18 terá um torneio equivalente a Série B, nos meses de Junho e Junho de 2018 (Regulamento no Site (www.tarecofutebol.com.br). Apenas poderão participar as seleções de comunidades que estiverem pré-inscritas (inscrições a partir de fevereiro de 2018) através do site www.tarecofutebol.com.br.

 

DAS DISPUTAS

Art. 4º – A TARECO de futebol 2017/18 será dividida em 01 (uma) categoria: masculina.

Parágrafo primeiro – A TARECO de futebol 2017/18 será disputada na modalidade de futebol 11 e cada comunidade só poderá inscrever 01 (uma) equipe masculina. 

Parágrafo segundo – Cada time pode contar com no mínimo 16 atletas da comunidade, podendo ser no máximo 32 inscritos. As comunidades poderão contar nas partidas com apenas 04 (quatro) atletas de outras comunidades, mas representarão a equipe daquela comunidade onde se inscreverem.

Parágrafo terceiro – Uma comunidade poderá inscrever uma equipe masculina e, ainda assim, ceder outros jovens (que não foram classificados entre os 32 atletas) para a formação de equipes combinadas, respeitando o parágrafo anterior.

Parágrafo quarto - Nos jogos as seleções deverão ter, no mínimo, 4 (qutro) jogadores de 13 anos (obrigatório) durante toda a partida, 04 (quatro) jogadores de 14 anos (obrigatório) durante toda a partida e 03 (três) jogadores de 15 anos (opcional).

Parágrafo quinto - Um atleta não pode representar mais de 01 seleção na edição atual.

DAS COMPETIÇÕES

Art. 5º – A TARECO de futebol 2017/18 ocorrerá em 2 (duas) fases já com as comunidades definidas: A primeira fase começa no Dia da Reunião Informativa da Série A, dia 01 de Dezembro e a outra fase é a do torneio, a ser realizada entre os meses de abril e junho de 2018. O cronograma dos jogos será disponibilizado no site www.tarecofutebol.com.br logo após o sorteio oficial dos mesmos.

Parágrafo Primeiro – O dia da Reunião Informativa da Série A poderá sofrer mudança de acordo a necessidade de adaptação e/ou reconstrução de um novo regulamento de acordo com as necessidades da comissão organizativa da COPA TARECO. Todo esse processo acontece junto as 16 seleções de comunidades que irão participar da Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18.

Parágrafo Segundo – A realização do Sorteio das chaves, confrontos e campos dos jogos da Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18 será feito através de uma cobertura AO VIVO através de mídias sociais (FACEBOOK), no mês de abril (a data poderá sofrer alteração) que será feita sob a supervisão da equipe de Coordenação da TARECO 2017/18 e comissão mista, composta por membros da CUFA Pernambuco, FPF e Parceiros da COPA. 

Art. 6º - A TARECO de futebol 2017/18 será disputada em um sistema: eliminatória simples de grupos e mata-mata (modelo Copa América). 

Art. 7º – As equipes deverão estar obrigatoriamente uniformizadas, acompanhadas por um professor de educação física, e/ou por um técnico autorizado. 

Parágrafo Primeiro – Entende-se por devidamente uniformizadas as equipes cujos atletas se apresentarem, trajando camisa (exclusivamente cedidas pela organização do evento), calçados, calção e meião (obrigatórios).

Parágrafo Segundo – As comunidades deverão jogar com as camisas exclusivamente cedidas pela organização do evento. Não será permitida a utilização de outras camisas para a disputa dos jogos.

Parágrafo Terceiro - Uma equipe de futebol é formada pelas seguintes posições: goleiro, laterais direitos e esquerdos, zagueiros, médio-volantes, meio-campistas e atacantes. 

Parágrafo Quarto – A eliminatória simples de grupo consiste em 16 equipes divididas em quatro grupos de quatro seleções. Os dois melhores de cada chave avançam para as quartas de final, que será no sistema de mata-mata, assim como as semifinais e a grande decisão.

Parágrafo Quinto – O rebaixamento para Série B, ocorrerá para aquelas 03 (três) seleções que tiverem as campanhas menos produtivas da fase de grupos. Outra forma de serem eliminadas da Série A, é de não cumprir com o regulamento da COPA TARECO, caso existam mais de 03 seleções que descumpram o regulamento e/ou sejam rebaixadas por terem as piores campanhas da fase de grupo, a comissão técnica mista da TARECO fará a análise e julgará quais serão as seleções a serem rebaixadas para a Série B.

Art. 8º - A Comissão Organizadora informa através desse artigo que o desenvolvimento de atos de indisciplina dos atletas participantes, técnicos e/ou dirigentes tais como: agressão física e verbal, organização de tumultos ou brigas, implicarão na desclassificação automática da equipe no evento e da participação na Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18. 

Art. 9º - A Comissão Organizadora informa através desse artigo que o desenvolvimento de atos de indisciplina da torcida, tais como: invasão de campo, agressão física, organização de tumultos e/ou brigas, implicarão na desclassificação automática da equipe no evento. 

Art. 10 - As equipes deverão trazer a lista dos 23 jogadores que serão titulares (com respectivos números) e reservas (com respectivos números) e mais 09 suplentes – relação entregue a organização da Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18, 15 dias antes da COPA (30 minutos ANTES das suas partidas para comprovações de documentação).

Parágrafo Sexto – Em caso de W.O a seleção será automaticamente eliminada da Competição e sem poder recorrer em nenhuma instancia. Caso não haja uma justificativa plausível a seleção não participará mais da COPA TARECO.

Art. 11 - Todos jogadores da lista de 32 atletas que estarão no campo de jogo devem portar a carteirinha da TARECO, com respectivos documentos comprobatórios que possuam foto (carteira de estudante e/ou RG), além do termo de responsabilidade obrigatório (assinado pelo responsável do menor).

Parágrafo Sexto – O não cumprimento dos Artigos 10 e 11 poderá levar a equipe a eliminação da competição.

 

DA MODALIDADE

Art. 12º – Cada equipe deverá conter 32 (trinta e dois) jovens do sexo masculino para disputar a competição. No banco de reserva poderão ficar 21 (vinte e um) reservas, 01 (um) professor/treinador, 01 (um) assistente ou 01 (um) massagista ou médico ou fisioterapeuta, e 01 (um) dirigente, sendo 01 (um) técnico formado em educação física (opcional), totalizando 24 pessoas (caso a equipe não cumpra com este artigo poderá sofrer punições). 

Parágrafo primeiro – A comissão mista estabelece que as substituições devam ser de no máximo 06 (seis) jogadores e 01 (um) goleiro, totalizando 07 (sete) substituições. O jogador que for substituído não poderá retornar ao campo de jogo. 

Parágrafo segundo – A comissão organizadora informa neste artigo que a escolha dos assistentes e dirigentes para participação das equipes ficará sob a responsabilidade da comissão mista, onde a comissão determina que os mesmos devem ser maiores de 18 anos, podendo ser de ambos os sexos.

Art. 13º – Nas disputas dos jogos as durações das partidas terão o tempo de: Fase Eliminatórias Simples de Grupo - 02 (dois) tempos de 25 (vinte e cinco) minutos cada, respeitando um intervalo de 05 (cinco) minutos, Fase Eliminatórias Quartas de Finais (mata-mata) – 02 (dois) tempos de 25 (vinte e cinco) minutos cada, respeitando um intervalo de 10 (dez) minutos. Fase Eliminatória Semi-Final (mata-mata): Serão 2 (dois) tempos de 30 (trinta) minutos cada, respeitando um intervalo de 10 (dez) minutos. Fase Eliminatória Final (mata-mata): Serão 2 (dois) tempos de 35 (trinta e cinco) minutos cada, respeitando um intervalo de 15 (quinze) minutos.

Art. 14º – As equipes devem estar no lugar do campo de jogo (de acordo com a Tabela) com 30 (trinta) minutos de antecedência, caso exista um atraso a equipe poderá ser punida com a eliminação do torneio (julgado pelo arbitro e comissão mista da organização).

Art. 15º – Em caso de atraso na volta do intervalo, a equipe poderá ser punida com a eliminação do torneio (julgado pelo arbitro e comissão mista da organização).

Art. 16º - Em caso de empate em uma partida da fase de Eliminatórias (mata-mata), haverá cobrança de uma série de 3 (três) pênaltis alternadamente. Persistindo o empate, será realizada a cobrança de 1 (uma) penalidade alternada por jogador que ainda não haja efetuado a cobrança e esteja entre os 11 titulares que terminaram a partida (seguir regras da CBF). 

Parágrafo Terceiro – Os critérios de classificação e desclassificação serão explicados e informados no Capitulo DA CLASSIFICAÇÃO.

DA CLASSIFICAÇÃO

Art. 17º - Critérios de Classificação da Eliminatória Simples de Grupo.

Parágrafo Primeiro: Os primeiros 02 colocados de cada grupo (com maior número de pontos) estarão classificados para a Fase Eliminatória das quartas de finais (ver tabela de confrontos).

Parágrafo Segundo: o critério de desempate, consiste em primeiro lugar Cartões Vermelhos (a equipe que tiver menor número classifica), em segundo lugar Cartões Amarelos (a equipe que tiver menor número classifica), em terceiro lugar Gols a Favor (a equipe que tiver maior número classifica) , em quarto lugar Gol Contra (a equipe que tiver menor número classifica) , em quinto e último lugar sorteio (na moeda) entre as seleções empatadas organizado pela comissão mista.

Art. 18º Critérios de Desclassificação da Eliminatória Simples de Grupo.

Parágrafo Terceiro: o critério de desclassificação de acordo aos artigos 07, 08, 09 e no caso de W.O.

DA PREMIAÇÃO

Art. 19º – Serão premiadas as duas primeiras equipes colocadas.

Parágrafo Primeiro: A comissão organizadora também irá premiar aqueles que se destacarem na disputa da competição da seguinte forma: (a) Artilheiro da competição; (b) Melhor jogador da grande final; (c) Melhor Goleiro da grande final; (d) Melhor Torcida do Campeonato.

Parágrafo Segundo: As premiações serão anunciadas no site do evento (www.tarecofutebol.com.br) no dia do Sorteio das Chaves, no mês de abril.

ORGANIZAÇÃO DA COMPETIÇÃO

Art. 20º - O sorteio das chaves será realizado no mês de abril de 2018 e serão divulgados: (a) Modificações no Regulamento da TARECO de futebol 2017/18 (caso haja); (b) Tabelas com atletas selecionados por cada Comunidade, o cronograma dos jogos, locais (campos), horários e confrontos.

Parágrafo Único – Todas as comunidades inscritas e selecionadas para participar da Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18, deverão comparecer obrigatoriamente aos congressos técnicos, com pelo menos um representante. A comissão organizadora entende que é de suma importância a presença das mesmas nesse dia, podendo a falta ocasionar a eliminação da competição.

DISPOSIÇÕES FINAIS

Art. 16º - Os participantes concordam em autorizar o uso de imagens, voz e performance, com divulgação no site, anúncios em jornais, fotos, vídeos, revistas e qualquer outro material audiovisual, para a Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18, sem nenhum ônus para as empresas/entidades organizadoras e patrocinadoras.

Art. 17º - O presente regulamento está disponível no site da COPA TARECO. Eventuais dúvidas relacionadas a competição e seu regulamento poderão ser esclarecidas através do item fale conosco do site www.tarecodefutebol.com.br.

Art. 18º – Para todos os efeitos legais, os participantes do evento declaram que as informações transmitidas no ato das inscrições são verídicas, isentando a empresa OS 03 Consulting-Coaching-Mentoring, CUFA PE, FPF e seus parceiros de qualquer informação ou demanda que porventura venha a ser apresentada em juízo ou fora dele.

Art. 19º - A Comissão Organizadora reserva o direto de interromper o andamento da competição e alterar este regulamento, se assim julgar necessário em virtude de acontecimentos de força maior. Caso não haja concordância com os novos termos do regulamento ou com eventual interrupção, o participante poderá cancelar sua inscrição estando assim liberado das obrigações assumidas.

Art. 20º- A participação na Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18 não irá garantir as comunidades nenhum outro direito ou vantagem que não estejam expressamente previstos neste regulamento.

Art. 21º – As infrações, ocorrências e recursos registrados no transcorrer do evento serão processados e julgados por uma comissão de disciplina, que será formada por 03 (três) coordenadores indicados pela comissão organizadora, com base nas súmulas dos jogos, nos relatórios dos árbitros e nos informes da coordenação técnica.

Parágrafo Primeiro – As comunidades participantes da competição reconhecem a comissão organizadora como única e definitiva instância para resolver as questões da Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18, desistindo ou renunciando expressamente de recorrer a qualquer outra organização. 

Parágrafo Segundo – A comissão organizadora e mista deverá julgar as petições realizadas pelas comunidades no máximo em 01 dia útil. 

Art. 22º- A participação na Série A da V COPA TARECO de futebol masculino 2017/18 implica na aceitação total e irrestrita de todos os itens deste presente regulamento.

Parágrafo único – As comunidades, os professores/treinadores e seus atletas devem, obrigatoriamente, conhecer esse regulamento e as regras oficiais aplicadas ao futebol que faz parte da programação do evento.

Art. 23º – As situações que estiverem omissas neste regulamento serão resolvidas pela comissão organizadora do evento, que será composta por membros designados pela Empresa OS 03 Consulting-Coaching-Mentoring e/ou CUFA PE, seus parceiros e/ou patrocinadores.